Pesquisar neste Blog

Carregando...

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

No DOU nº 211 desta sexta-feira (31/10) nenhuma publicação relativa ao GTI REVISOR – Leia outras Notícias do Dia, sobre o STF - ARE 781.696/DF e Halloween das Boas e Más...


De: Silva Filho, O J [mailto:ojsilvafilho@gmail.com]
Enviada em: sexta-feira, 31 de outubro de 2014 01:23
Para: adnam.1983@ig.com.br; asane@asane.org.br;
Assunto: DOU 31/10/2014 GTI da Revisão & STF - ARE 781.696/DF
  
  *   Salve o Halloween   *   Salve as Bruxas, as Boas    *

No DOU nº 209 de quarta-feira, 29/10/2014 nas Seções 1, 2 e 3 nenhuma publicação relativa do GTI Revisor.

No DOU nº 210 de quinta-feira, 30/10/2014 nas Seções 1, 2 e 3 nenhuma publicação relativa do GTI Revisor.

No DOU nº 211 desta sexta-feira, 31/10/2014 nas Seções 1, 2 e 3 nenhuma publicação relativa do GTI Revisor.

COMENTÁRIOS DO DIA

*  Aos patronos, vejam abaixo o que o ministro Marco Aurélio fez com o ARE 781696 / MS 18797 sobre o qual estava sentado desde 06/11/2013. Data vênia penso que a nossa causa é distinta do RE 636553 / Ag 1290075/RS. Ainda assim me parece que ele reitera que matérias do andar de baixo atravacam o andar de cima. Ele presidiu a 1ª Turma em dois julgamentos recentes (RE 795061 / MS 19804 e RE 781961 / MS 20145) da nossa causa em que "a Turma negou provimento ao agravo regimental". 

RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 781.696 DISTRITO FEDERAL
RELATOR :     MIN. MARCO AURÉLIO
RECTE.(S) :    UNIÃO
PROC.(A/S)(ES) :ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO
RECDO.(A/S) : MARCOS SOARES DA SILVA
ADV.(A/S) :    BRUNO DE ALBUQUERQUE BAPTISTA E OUTRO(A/S)
DECISÃO
REPERCUSSÃO GERAL ADMITIDA – ANISTIA – ATO CONCESSIVO – ANULAÇÃO PELA ADMINISTRAÇÃO – PRAZO DECADENCIAL – ARTIGO 54 DA LEI Nº 9.784/99 – BAIXA À ORIGEM.

1. O Tribunal, no Recurso Extraordinário nº 636.553/RS, da relatoria do ministro Gilmar Mendes, concluiu pela repercussão geral do tema atinente à necessidade de a Administração Pública observar o prazo decadencial de cinco anos, previsto no artigo 54 da Lei nº 9.784/99, para anular atos maculados pela ilegalidade.
2. Ante o quadro, considerado o fato de o recurso veicular a mesma matéria, havendo a intimação do acórdão impugnado ocorrido posteriormente à data em que iniciada a vigência do sistema da repercussão geral, bem como presente o objetivo maior do instituto – evitar que o Supremo, em prejuízo dos trabalhos, tenha o tempo tomado com questões repetidas –, determino a devolução do processo à origem. Faço-o com fundamento no artigo 328, parágrafo único, do Regimento
3. Publiquem.
Brasília, 23 de outubro de 2014.
Ministro MARCO AURÉLIO Relator

*  Dos 8 que subiram ao STF em 16/10/2013 ainda estão lá o RE 799144 / MS 19448 Luiz Fux e RE 801022 / MS 19565 Roberto Barroso. 

 GTI da Revisão => Ligue Telefone (61) 2025-9235

*  A luta continua…

Até agora são 1.770 notificações publicadas, envolvendo 1.715 nomes, está faltando notificar 821.

Dos 2.536 nomes que passaram a compor a portaria 134/2011, temos 30 excluídos da revisão por portaria (28) ou despacho (2) e 42 anulações publicadas. 

E vamos em frente…

Abcs/SF (75)


OJSilvaFilho48x74
OJSilvaFilho.
Ex-Cabo da FAB vítima da Portaria 1.104GM3/64
Email: ojsilvafilho@gmail.com






***   Salve o Halloween    ***    Salve as Bruxas, as Boas   ***


Halloween das Boas e Más... 


(Renato Gaúcho desesperado com a filhota)


terça-feira, 28 de outubro de 2014

O recado das urnas - Câmara derruba decreto de conselhos populares e impõe 1ª derrota a Dilma após reeleição


 
Câmara derruba decreto de conselhos populares e impõe 1ª derrota a Dilma após reeleição
gvlima15_jpg
Postado por Gilvan VANDERLEI
Ex-Cabo da FAB – Vítima da Portaria 1.104GM3/64
E-mail gvlima@terra.com.br

O recado das urnas - CONFIRA A LISTA DOS 513 DEPUTADOS FEDERAIS - Eleitos e Reeleitos


Política
 
Confira na lista os Deputados Federais de todo Brasil eleitos para as 513 vagas da Câmara Federal

Deputados Federais eleitos, por unidade da Federação:

Acre

Angelim (PT) - 39.844 - 9,98 %
César Messias (PSB) - 26.448 - 6,63 %
Major Rocha (PSDB) - 23.466 - 5,88 %
Léo do PT (PT) - 20.876 - 5,23 %
Jéssica Sales (PMDB) - 20.339 - 5,09 %
Sibá Machado (PT) - 18.395 - 4,61 %
Flaviano Melo (PMDB) - 18.372 - 4,60 %
Alan Rick (PRB) - 17.903 - 4,48 %

Alagoas

JHC (SD) - 135.929 - 9.82%
Marx Beltrão (PMDB) - 123.317 - 8.91%
Pedro Vilela (PSDB) - 119.582 - 8.64%
Arthur Lira (PP) - 98.231 - 7.09%
Ronaldo Lessa (PDT) - 88.125 - 6.36%
Givaldo Carimbão (PROS) - 82.582 - 5.96%
Maurício Quintella (PR) - 76.706 - 5.54%
Cícero Almeida (PRTB) - 64.435 - 4.65%
Paulão (PT) - 53.284 - 3.85%

Amapá

Roberto Góes (PDT) 22.134  votos - 5 73 %
Janete (PSB) 21.108 votos - 5,47 %
Cabuçu (PMDB) 18.709 votos 4,85 %
Vinícius Gurgel (PR)  18.661 votos 4,83 %
Professora Marcivânia (PT) -16.162 votos 4 19 %
André Abdon (PRB) 13.798 votos 3,57 %
Marcos Reategui (PSC) 12.485 votos 3,23 %
Jozi Rocha (PTB) 10.007 votos 2,59 %

Amazonas

ARTUR BISNETO (PSDB) - 250.916 - 15,13%
SILAS CAMARA (PSD) - 166.281 - 10,03%
ALFREDO NASCIMENTO (PR) - 120.060 - 7,24%
MARCOS ROTTA (PMDB) - 117.955 - 7,11%
HISSA ABRAHÃO (PPS) - 113.646 - 6,85%
PAUDERNEY (DEM) - 103.904 - 6,27%
ATILA LINS (PSD) - 89.453 - 5,39%
CONCEIÇÃO SAMPAIO (PP) - 71.878 - 4,33%

Bahia

Lucio Vieira Lima (PMDB) - 222.164 - 3,35%
Mário Negromone Jr (PP) - 169.215 - 2,55%
Irmão Lázaro (PSC) - 161.438 - 2,43%
Antônio Brito (PTB) - 159.840 - 2,41%
Ronaldo Carletto (PP) - 148.628 - 2,24%
Daniel Almeida (PC do B) - 135.382 - 2,04%
Félix Jr (PDT) - 130.583  1,97%
Caetano (PT) - 125.862 - 1,90%
Cacá Leão (PP) - 125.605 - 1,89%
Jorge Solla (PT) - 125.159 - 1,88%
Valmir Assunção (PT) - 123.284 - 1,86%
Imbassahy (PSDB) - 120.479 - 1,81%
João Gualberto (PSDB) - 117.671 - 1,77%
Márcio Marinho (PRB) - 117.470 - 1,77%
Tia Eron (PRB)  - 116.912 - 1,76%
Waldenor Pereira (PT) - 114.965 - 1,73%
João Bacelar (PR) - 111.643 - 1,68%
Pelegrino (PT) - 111.252 - 1,68%
Roberto Britto (PP) - 110.822 - 1,67%
Paulo Azi (DEM) - 110.662 - 1,67%
Jutahy Magalhães (PSDB) - 108.476 - 1,63%
José Nunes (PSD) - 105.776 - 1,59%
Aleluia(DEM) - 101.924 - 1,53%
José Rocha (PR) - 101.663 - 1,53%
Josias Gomes (PT) - 98.871 - 1,49%
Bebeto (PSB) - 96.134 - 1,45%
Arthur Maia (SD) - 95.698 - 1,44%
João Carlos Bacelar (PTN) - 95.158 - 1,43%
Cláudio Cajado (DEM) - 89.118 - 1,34%
Elmar (DEM) - 88.334 - 1,33%
Sérgio Brito (PSD) - 83.658 - 1,26%
Afonso Florence (PT) - 82.661 - 1,24%
Moema Gramacho (PT) - 81.414 - 1,23%
Paulo Magalhães (PSD) - 77.045 - 1,16%
Erivelton Santana (PSC) - 74.836 - 1,13%
Alice Portugal (PC do B) - 72.682 - 1,09%
José Carlos Araújo (PSD) - 72.013 - 1,08%
Benito Gama (PTB) - 71.372 - 1,07%
Uldurico Júnior (PTC) - 39.904 - 0,60%

Ceará

Moroni (DEM) - 277.774 - 6,36 %
Genecias Noronha (PSD) - 221.567 - 5,07 %
José Guimarães (PT) - 209.032 - 4,79 %
Domingos Neto (PROS) - 185.226 - 4,24 %
Danilo Forte (PMDB) - 180.157 - 4,13 %
Aníbal (PMDB) - 173.736 - 3,98 %
Moses Rodrigues (PPS) - 147.044 - 3,37 %
Gorete Perreira (PR) - 130.983 - 3,00 %
Luiziane Lins (PT) - 130.717 - 2,99 %
André Figueiredo (PDT) - 125.360 - 2,87 %
Odorico (PT) - 121.640 - 2,79 %
Cabo Sabino (PR) - 120.485 - 2,76 %
Ronaldo Martins (PRB) - 117.930 - 2,70 %
Adail Carneiro (PHS) - 113.885 - 2,61 %
Macedo (PSL) - 107.734 - 2,47 %
Raimundo Matos (PSDB) - 95.145 - 2,18 %
José Airton (PT) - 94.056 - 2,15 %
Vitor Valim (PMDB) - 92.499 - 2,12 %
Leônidas Cristino (PROS) - 91.085 - 2,09 %
Balman (PROS) - 87.666 - 2,01 %
Arnon Bezerra (PTB) - 84.474 - 1,93 %
Chico Lopres (PC do B) - 80.578 - 1,85 %

Distrito Federal

Fraga (DEM) - 155.056 votos - 10,66%
Rogério Rosso (PSD) 93.653 votos - 6,44%
Érika Kokay (PT) - 92.558 votos - 6,37%
Ronaldo Fonseca (PROS) - 84.583 votos - 5,82%
Rôney Nemer (PMDB) - 82.594 votos - 5,68%
Izalci (PSDB) - 71.937 votos - 4,95%
Augusto Carvalho (SD) - 39.461 votos - 2,71%
Laerte Bessa (PR) 32.843 votos - 2,26%

Espírito Santo

Sérgio Vidigal (PDT)  161.744 votos -  9,01 %
Lelo Coimbra (PMDB) 94.759 votos - 5,28 %
Max Filho (PSDB) 91.210 votos - 5,08 %
Foletto    (PSB)   88.110 votos - 4,91 %
Helder Salomão (PT) 83.967 votos - 4,68 %
Dr. Jorge Silva (PROS) 69.880 votos - 3,89 %
Manato (SD)  67.631 votos - 3,77 %
Givaldo (PT) 50.928 votos - 2,84 %
Evair de Melo (PV) 48.829 votos -  2,72 %
Marcus Vicente (PP) 45.525 votos -  2,54 %

Goiás

Delegados Waldir (PSDB) - 274.625 votos - 9,06 %
Daniel Vilela (PMDB) - 179.214 votos - 5,91 %
Flávia Morais (PDT) - 159.122 votos - 5,25 %
Giuseppe Vecci (PSDB) - 120.283 votos - 3,97 %
Magda Mofatto (PR) - 118.458 votos - 3,91 %
Rubens Otoni (PT) - 115.874 votos - 3,82 %
Célio Silveira (PSDB) - 110.992 votos - 3,66 %
Alexandre Baldy (PSDB) - 107.544 votos - 3,55 %
João Campos (PSDB) - 107.344 votos - 3,54 %
Jovair Arantes (PTB) - 92.945 votos- 3,06 %
Marcos Abrão (PPS) - 92.347 votos - 3,04 %
Heuler Cruvinel (PSD) - 90.877 votos - 3%
Roberto Balestra (PP) - 85.534 votos - 2,82 %
Fábio Sousa (PSDB) - 82.204 votos - 2,71 %
Thiago Peixoto (PSD) - 79.666 votos - 2,63 %
Lucas Vergílio (SD) - 78.387 votos - 2,58 %
Pedro Chaves (PMDB) - 77.925 votos - 2,57 %

Maranhão

Eliziane Gama (PPS) - 133.575 - 4,34 %
Hildo Rocha (PMDB) - 125.521 - 4,08 %
Rubens Pereira Júnior (PC do B) - 118.115 - 3,84 %
Cleber Verde (PRB) - 105.243 - 3,42 %
Sarney Filho (PV) - 91.669 - 2,98 %
Zé Carlos (PT) - 90.531 - 2,94 %
Zé Reinaldo (PSB) - 86.728 - 2,82 %
Pedro Fernandes (PTB) - 85.507 - 2,78 %
Victor Mendes (PV) - 85.034 - 2,77 %
Juscelino Filho (PRP) - 83.955 - 2,73 %
João Marcelo (PMDB) - 83.847 - 2,73 %
Weverton Rocha (PDT) - 81.161 - 2,64 %
Alberto Filho (PMDB) - 67.885 - 2,21 %
Waldir Maranhão (PP) - 66.274 - 2,16 %
André Fufuca (PEN) - 56.879 - 1,85 %
João Castelo (PSDB) - 52.783 - 1,72 %
Junior Marreca (PEN) - 50.962 - 1,66 %
Aluísio Mendes (PSDC) - 50.658 - 1,65 %

Mato Grosso

Nilson Leitão (PSDB) - 127.749 - (8,78 %)
Adilton Sachetti (PSB) - 112.722 - (7,75 %)
Fábio Garcia (PSB) 104.976 - (7,22 %)
Ságuas Moraes (PT) - 97.858 - (6,73 %)
Carlos Bezerra (PMDB) - 95.739 - (6,58 %)
Ezequiel Fonseca (PP) - 90.888 - (6,25 %)
Professor Victório Galli - PSC - 64.691 - (4,45 %)
Valtenir Pereira  (PROS) - 62.923 - (4,33 %)

Mato Grosso do Sul

Zeca do PT (PT) - 160.556 votos - 12,57%
Marun (PMDB) - 91.816 votos - 7,19%
Geraldo Resende (PMDB) - 87.546 votos - 6,86%
Tereza Cristina (PSB) - 75.149 votos - 5,89%
Vander Loubet (PT) - 69.504 votos - 5,44%
Mandetta (DEM)  - 57.374 votos - 4,49%
Marcio Monteiro (PSDB) - 56441 votos - 4,42%
Dagoberto Nogueira (PDT) - 54.813 votos - 4,29%

Minas Gerais

Reginaldo Lopes (PT) - 310.226 - 3,07 %
Rodrigo de Castro (PSDB) - 292.848 - 2,89 %
Misael Varella (DEM) - 258.363 - 2,55 %
Odair Cunha (PT) - 201.782 - 1,99 %
Gabriel Guimarães (PT) - 200.014 - 1,98 %
Welinton Prado (PT) - 186.098 - 1,84 %
Odelmo Leão (PP) - 179.652 - 1,78 %
Eros Biondini (PTB) - 179.073 - 1,77 %
Jaiminho Martins (PSD) - 158.907 - 1,57 %
Toninho Pinheiro (PP) - 148.239 - 1,47 %
Patrus Ananias (PT) - 147.175 - 1,45 %
George Hilton (PRB) - 146.792 - 1,45 %
Stéfano Aguiar (PSB) - 144.153 - 1,42 %
Domingos Sávio (PSDB) - 143.901 - 1,42 %
Marcus Pestana (PSDB) - 131.687 - 1,30 %
Eduardo Barbosa (PSDB) - 130.453 - 1,29 %
Mauro Lopes (PMDB) - 129.795 - 1,28 %
Dimas Fabiano (PP) - 129.096 - 1,28 %
Newton Cardoso Jr (PMDB) - 128.489 - 1,27 %
Bilac Pinto (PR) - 123.377 - 1,22 %
Leonardo Quintão (PMDB) - 118.470 - 1,17 %
Luiz Fernando (PP) - 117.542 - 1,16 %
Marcos Montes (PSD) - 116.175 - 1,15 %
Leonardo Monteiro (PT) - 115.336 - 1,14 %
Luís Tibé (PT do B) - 114.948 - 1,14 %
Diego Andrade (PSD) - 114.240 - 1,13 %
Padre João (PT) - 112.722 - 1,11 %
Saraiva Felipe (PMDB) - 111.317 - 1,10 %
Zé Silva (SD) - 109.925 - 1,09 %
Renzo Braz (PP) - 109.510 - 1,08 %
Carlos Melles (DEM) - 107.906 - 1,07 %
Paulo Abi-Ackel (PSDB) - 104.849 - 1,04 %
Caio Nárcio (PSDB) - 101.040 - 1,00 %
Lincoln Portela (PR) - 98.834 - 0,98 %
Raquel Muniz (PSC) - 96.073 - 0,95 %
Sub-tenente Gonzaga (PDT) - 93.997 - 0,93 %
Miguel Correa (PT) - 93.450 - 0,92 %
Rodrigo Pacheco (PMDB) - 92.743 - 0,92 %
Aelton Freitas (PR) - 91.103 - 0,90 %
Mário Heringer (PDT) - 90.738 - 0,90 %
Marcelo Aro (PHS) - 87.113 - 0,86 %
Júlio Delado (PSB) - 86.245 - 0,85 %
Bonifácio Andrada (PSDB) - 83.628 - 0,83 %
Fabinho Ramalho (PV) - 83.567 - 0,83 %
Margarida Salomão (PT) - 78.973 - 0,78 %
Laudívio Carvalho (PMDB) - 78.762 - 0,78 %
Jô Moraes (PC do B) - 67.650 - 0,67 %
Tenente Lúcio (PSB) - 67.459 - 0,67 %
Marcelo Álvaro Antonio (PRP) - 60.384 - 0,60 %
Adelmo Leão (PT) - 57.921 - 0,57 %
Dâmina Pereira (PMN) - 52.679 - 0,52 %
Delegado Edson Moreira (PTN) - 49.391 - 0,49 %
Brunny (PTC) - 45.381 - 0,45 %

Pará

Deleado Eder Mauro (PSD) - 265.983 - 7,08%
Nilson Pinto (PSDB) - 193.573 - 5,15%
Edmilson Rodrigues (PSOL) - 170.604 - 4,54%
Lúcio Vale (PR) - 148.163 - 3,95%
Beto Faro (PT) - 142.970 - 3,81%
Wlad (SD) - 141.213 - 3,76%
Josué Bengtson (PTB) - 122.995 - 3,28%
Priante (PMDB) - 122.348 - 3,26%
Zé Geraldo (PT) - 105.151 - 2,80%
Beto Salame (PROS) - 93.524 - 2,49%
Elcione (PMDB) - 87.632 - 2,33%
Júlia Marinho (PSC) - 86.949 - 2,32%
Hélio Leite (DEM) - 85.194 - 2,27%
Simone Morgado (PMDB) - 76.510 - 2,04%
Joaquim Passarinho (PSD) - 76.148 - 2,03%
Jordy (PPS) - 70.950 - 1,89%
Chapadinha (PSD) - 63.671 - 1,70%

Paraíba

Pedro Cunha Lima (PSDB) - 179.886 - 9.29%
Veneziano (177.680) - 9.17%
Aguinaldo Ribeiro (PP) - 161.999  - 8.36%
Hugo (PMDB) - 123.686 - 6.39%
Manoel Junior (PMDB) - 105.693 - 5.46%
Wellington Roberto (PR ) - 104.799 - 5.41%
Efraim Filho (DEM) - 103.477 - 5.34%
Wilson Filho (PTB) - 95.746 - 4.94%
Rômulo Gouvea (PSD) - 84.820  - 4.38%
Luiz Couto (PT) - 69.922 - 3.61%
Dr. Damião (PDT) - 67.558 - 3.49%
Benjamin Maranhão (SD) - 63.433 - 3.28%

Paraná

Christiane Yared (PTN) 200.144 votos 3,53 %
Alex Canziani (PTB) 187.475 votos 3,31 %
Valdir Rossoni (PSDB) 177.324 votos  3,13 %
João Arruda (PMDB) 176.370 votos 3,11 %
Takayama (PSC)  162.952 votos 2,88 %
Delegado Francischini (SD) 159569 votos 2,82 %
Luciano Ducci (PSB) 156.263 votos 2,76 %
Zeca Dirceu (PT) 155.583 votos 2,75 %
Dilceu Sperafico (PP)  151.930 votos 2,68 %
Hermes Frangão Parcianello (PMDB) 150213 votos 2,65 %
Giacobo(PR) 144.305 votos 2,55 %
Marcelo Belinati (PP) 137.817 votos 2,43 %
Ormas Serraglio (PMDB) 117.048 votos 2,07 %
Sandro Alex (PPS) 116.909 votos  2,06 %
RICARDO BARROS (PP)  114.396 votos 2,02 %
ENIO VERRI (PT)  107.508 votos  1,90 %
LUIZ NISHIMORI (PR)  106.852 votos 1,89 %
NELSON MEURER (PP)  106.478 votos 1,88 %
RUBENS BUENO (PPS)  95.841 votos 1,69 %
EVANDRO ROMAN (PSD)  92.042 votos 1,62 %
LUIZ CARLOS HAULY (PSDB) 86.439 votos 1,53 %
EDMAR ARRUDA (PSC)  85.155 votos 1,50 %
ALIEL MACHADO (PC do B) 82.886 votos  1,46 %
ALFREDO KAEFER (PSDB) 82.554 votos 1,46 %
LEANDRE (PV)  81.181 votos 1,43 %
SERGIO SOUZA (PMDB) 77.699 votos 1,37 %
ASSIS DO COUTO (PT)  76.116 votos 1,34 %
TONINHO WANDSCHEER (PT) 71.822 votos 1,27 %
DIEGO GARCIA (PHS) 61.063 votos 1,08 %
LEOPOLDO MEYER (PSB) 59.974 votos 1,06 %

Pernambuco

EDUARDO DA FONTE  (PP) - 283.567 - 6,33 %
PASTOR EURICO  (PSB) - 233.762 - 5,21 %
JARBAS   (PMDB)- 227.470 5,07 %
FELIPE CARRERAS  (PSB) - 187.348 - 4,18 %
ANDERSON FERREIRA (PR) - 150.565 - 3,36 %
DANIEL COELHO  (PSDB) - 138.825 - 3,10 %
BRUNO ARAÚJO  (PSDB) - 131.768 - 2,94 %
JOAO FERNANDO COUTINHO (PSB) - 120.059 - 2,68 %
SEBASTIAO OLIVEIRA (PR) -  115.926 - 2,59 %
DANILO CABRAL  (PSB) - 113.588 - 2,53 %
FERNANDO FILHO  (PSB) - 112.684 - 2,51 %
SILVIO COSTA  (PSC) - 103.461 - 2,31 %
TADEU ALENCAR  (PSB) - 102.669 - 2,29 %
GONZAGA PATRIOTA (PSB) - 101.452 - 2,26 %
ANDRE DE PAULA  (PSD) - 100.875 - 2,25 %
ADALBERTO CAVALCANTI (PTB) - 99.912 - 2,23 %
MARINALDO ROSENDO (PSB) - 97.380 - 2,17 %
BETINHO   (PSDB) - 97.269 - 2,17 %
ZECA CAVALCANTI  (PTB) - 97.057 - 2,16 %
RICARDO TEOBALDO (PTB) - 92.262 - 2,06 %
MENDONÇA FILHO  (DEM) - 88.250 - 1,97 %
OLNEY QUEIROZ  (PDT) - 86.739 - 1,93 %
JORGE CÔRTE REAL (PTB) - 86.023 - 1,92 %
LUCIANA SANTOS  (PC do B) - 85.053 - 1,90 %
KAIO MANIÇOBA  (PHS) - 28.585 - 0,64 %

Rio de Janeiro

JAIR BOLSONARO (PP) - 464.572 - 6,10 %
CLARISSA GAROTINHO (PR) - 335.061 - 4,40 %
EDUARDO CUNHA (PMDB) - 232.708 - 3,06 %
CHICO ALENCAR (PSOL) - 195.964 - 2,57 %
LEONARDO PICCIANI (PMDB) - 180.741 - 2,37 %
PEDRO PAULO (PMDB) - 162.403 - 2,13 %
JEAN WYLLYS (PSOL) - 144.770 - 1,90 %
ROBERTO SALES (PRB) - 124.087 - 1,63 %
MARCO ANTÔNIO CABRAL (PMDB) - 119.584 - 1,57 %
OTAVIO LEITE (PSDB) - 106.398 - 1,40 %
FELIPE BORNIER (PSD) - 105.517 - 1,39 %
SÓSTENES CAVALCANTE (PSD) - 104.697 - 1,37 %
WASHINGTON REIS (PMDB) - 103.190 - 1,35 %
ROSANGELA GOMES (PRB) - 101.686 - 1,34 %
JÚLIO LOPES (PP) - 96.796 - 1,27 %
INDIO DA COSTA (PSD) - 91.523 - 1,20 %
ALESSANDRO MOLON (PT) - 87.003 - 1,14 %
HUGO LEAL (PROS) - 85.449 - 1,12 %
GLAUBER (PSB) - 82.236 - 1,08 %
CRISTIANE BRASIL (PTB) - 81.817 - 1,07 %
JANDIRA FEGHALI (PC do B) - 68.531 - 0,90 %
DR JOÃO (PR) - 65.624 - 0,86 %
SIMÃO SESSIM (PP) - 58.825 - 0,77 %
CELSO PANSERA (PMDB) - 58.534 - 0,77 %
MIRO TEIXEIRA (PROS) - 58.409 - 0,77 %
AUREO (SD) - 58.117 - 0,76 %
SERGIO ZVEITER (PSD) - 57.587 - 0,76 %
AROLDE DE OLIVEIRA (PSD) - 55.380 - 0,73 %
RODRIGO MAIA (DEM) - 53.167 - 0,70 %
CHICO D'ANGELO (PT) - 52.809 - 0,69 %
CABO DACIOLO (PSOL) - 49.831 - 0,65 %
LUIZ SÉRGIO (PT) - 48.903 - 0,64 %
ALEXANDRE SERFIOTIS (PSD) - 48.879 - 0,64 %
DELEY (PTB) - 48.874 - 0,64 %
SORAYA SANTOS (PMDB) - 48.204 - 0,63 %
BENEDITA DA SILVA (PT) - 48.163 - 0,63 %
PAULO FEIJÓ (PR) - 48.058 - 0,63 %
MARCELO MATOS (PDT) - 47.370 - 0,62 %
FERNANDO JORDÃO (PMDB) - 47.188 - 0,62 %
FRANCISCO FLORIANO (PR) - 47.157 - 0,62 %
MARCOS SOARES (PR) - 44.440 - 0,58 %
ALTINEU CORTES (PR) - 40.593 - 0,53 %
FABIANO HORTA (PT) - 37.989 - 0,50 %
EZEQUIEL TEIXEIRA (SD) - 35.701 - 0,47 %
LUIZ CARLOS RAMOS DO CHAPEU (PSDC) - 33.221 - 0,44 %
ALEXANDRE VALLE (PRP) - 26.526 - 0,35 %

Rio Grande do Sul

LUIZ CARLOS HEINZE (PP) - 162.462 - 2,76 %
DANRLEI DE DEUS GOLEIRO (PSD) - 158.973 - 2,70 %
ALCEU MOREIRA (PMDB) - 152.421 - 2,58 %
GIOVANI FELTES (PMDB) - 151.406  - 2,57 %
ONYX LORENZONI (DEM) - 148.302 - 2,52 %
PAULO PIMENTA (PT) - 140.868 - 2,39 %
MARCO MAIA (PT) - 133.639 - 2,27 %
AFONSO HAMM (PP) - 132.202 - 2,24 %
BUSATO (PTB) - 130.807 - 2,22 %
HENRIQUE FONTANA (PT) - 128.981 - 2,19 %
MARIA DO ROSÁRIO (PT) - 127.919 - 2,17 %
OSMAR TERRA (PMDB) - 120.755 - 2,05 %
NELSON MARCHEZAN JUNIOR (PSDB) - 119.375 - 2,02 %
MÁRCIO BIOLCHI (PMDB) - 119.190 - 2,02 %
MARCON (PT) - 116.178 - 1,97 %
GIOVANI CHERINI (PDT) - 115.294 -1,96 %
JERÔNIMO GOERGEN (PP) - 115.173 - 1,95 %
SÉRGIO MORAES (PTB) - 115.155 - 1,95 %
COVATTI FILHO (PP) - 115.131 - 1,95 %
PERONDI (PMDB) - 109.864 - 1,86 %
PEPE VARGAS (PT) - 109.469 - 1,86 %
JOÃO DERLY (PC do B) - 106.991 - 1,81 %
RENATO MOLLING (PP) - 102.770 - 1,74 %
HEITOR SCHUCH - 101.243 - 1,72 %
BOHN GASS - 100.841 - 1,71 %
FERNANDO MARRONI - 94.275 - 1,60 %
CARLOS GOMES - 92.323 1,57 %
POMPEO DE MATTOS - 91.849 1,56 %
AFONSO MOTTA - 90.917 1,54 %
RONALDO NOGUEIRA - 77.017 1,31 %
JOSE STEDILE - 60.523 1,03 %

Rondônia

MARINHA RAUPP (PMDB) - 61.419 - 7.69%
MARCOS ROGERIO (PDT) - 60.780  - 7.61%
MARIANA CARVALHO (PSDB) - 60.324  - 7.55%
NILTON CAPIXABA (PTB) - 42.353 - 5.3%
LUCIO MOSQUINI (PMDB) - 40.595 - 5.08%
LUIZ CLAUDIO (PR) - 33.737  - 4.23%
EXPEDITO NETTO (SD) - 25.691 - 3.22%
LINDOMAR GARÇON (PMDB) - 24.146  - 3.02%

Roraima

SHÉRIDAN (PSDB) - 35.555  - 14.95%
JOHNATHAN DE JESUS (PRB) - 20.677 - 8.69%
REMIDIO DA AMATUR (PR) - 15.492 - 6.51%
EDIO LOPES (PMDB) - 15.290 - 6,43%
DR. HIRAN GONÇALVES (PMN) - 9.048 - 3.8%
ABEL GALINHA (PDT) - 8.834 - 3.71%
MARIA HELENA (PSB) - 7.481 - 3.14%
CARLOS ANDRADE (PHS) - 6.733 - 2.83%

Santa Catarina

ESPERIDIÃO AMIN (PP) 229668 votos 6,80 %
JOÃO RODRIGUES (PSD)  221409  votos 6,56 %
MAURO MARIANI (PMDB)  195942  votos5,80 %
JORGINHO MELLO (PR)  140.839 votos 4,17 %
PENINHA (PMDB) 137.784 votos 4,08 %
PEDRO UCZAI (PT) 135.439 votos 4,01 %
MARCO TEBALDI (PSDB) 135.042 votos 4 %
JOÃO PAULO KLEINUBING (PSD) -132.349 votos 3,92 %
JORGE BOEIRA (PP) 123.770 votos 3,67 %
VALDIR COLATTO (PMDB) 115.431 votos 3,42 %
DÉCIO LIMA (PT) 112366 votos 3,33 %
CESAR SOUZA (PSD)  110.777 votos 3,28 %
CELSO MALDANER (PMDB) 110.436 votos 3,27 %
RONALDO BENEDET (PMDB) 105.303 votos 3,12 %
CARMEN ZANOTTO (PPS) 78.607 votos 2,33 %
GEOVANIA DE SÁ (PSDB) 52.757 votos 1,56 %

São Paulo

CELSO RUSSOMANO (PRB) – 1.524.361 (7,26%)
TIRIRICA (PR) - 1.016.796 (4,84%)
PASTOR MARCO FELICIANO (PSC) – 398087 (1,90%)
BRUNO COVAS (PSDB) – 352.708 (1,68%)
RODRIGO GARCIA (DEM) – 336151 (1,60%)
CARLOS SAMPAIO (PSDB) - 295.623 (1,41%)
DUARTE NOGUEIRA (PSDB) – 254.051 (1,21%)
RICARDO TRIPOLI (PSDB) – 233.806 (1,11%)
SAMUEL MOREIRA (PSDB) – 227.210 (1,08%)
PAULINHO DA FORÇA (SD) – 227.186 (1,08%)
BALEIA ROSSI (PMDB) – 208.352 (0,99%)
EDUARDO CURY (PSDB) – 185.638 (0,88%)
MARCIO ALVINO (PR) – 179.950 (0,86%)
MAJOR OLIMPIO GOMES (PDT) – 179.196 (0,85%)
JORGE TADEU (DEM) – 178.771 (0,85%)
BRUNA FURLAN (PSDB) – 178.606 (0,85%)
LUIZA ERUNDINA (PSB) – 177.279 (0,84%)
VITOR LIPPI (PSDB) – 176.153 (0,84%)
SILVIO TORRES (PSDB) – 175.310 (0,83%)
ANDRES SANCHEZ (PT) – 169.834 (0,81%)
IVAN VALENTE (PSOL) - 168.928 (0,80%)
MIGUEL HADDAD (PSDB) – 168.278 (0,80%)
ALEX MANENTE (PPS) – 164.760 (0,78%)
JEFFERSON CAMPOS (PSD) – 161.790 (0,77%)
GUILHERME MUSSI (PP) – 156.297 (0,74%)
ARNALDO JARDIM (PPS) - 155.278 (0,74%)
MARA GABRILLI (PSDB) – 155.143 (0,74%)
MISSIONÁRIO JOSÉ OLÍMPIO (PP) - 154.597 (0,74%)
VANDERLEI MACRIS (PSDB) – 148.449 (0,74%)
ZARATTINI (PT) - 138.286 (0,66%)
ANTONIO BULHÕES (PRB) – 137.939 (0,66%)
ARLINDO CHINAGLIA (PT) – 135.772 (0,65%)
ELI CORRÊA FILHO (DEM) – 134.138 (0,64%)
ROBERTO ALVES (PRB) – 130.516 (0,62%)
ANA PERUGINI (PT) – 121.681 (0,58%)
GILBERTO NASCIMENTO (PSC) – 120.044 (0,57%)
VICENTE CÂNDIDO (PT) – 117.652 (0,56%)
PAPA (PSDB) – 117.590 (0,56%)
MILTON MONTI (PR) – 115.942 (0,55%)
FLORIANO PESARO (PSDB) – 113.949 (0,54%)
RICARDO IZAR (PSD) – 113.547 (0,54%)
ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB) – 112.940 (0,54%)
EDINHO ARAUJO (PMDB) – 112.780 (0,54%)
NELSON MARQUEZELLI (PTB) – 112.711 (0,54%)
PAULO TEIXEIRA (PT) – 111.301 (0,53%)
PAULO FREIRE (PR) – 111.300 (0,53%)
ALEXANDRE LEITE (DEM) 109.708 – (0,52%)
EVANDRO GUSSI (PV) - 109.591(0,52%)
LUIZ LAURO FILHO (PSB) – 105.247 (0,50%)
OTA (PSB) – 102.963 (0,49%)
NILTO TATTO (PT) – 101.196 (0,48%)
HERCULANO PASSOS (PSD) – 92.583 (0,44%)
GOULART (PSD) – 92.546 (0,44%)
ORLANDO SILVA (PC DO B) – 90.641 (0,43%)
FLAVINHO (PSB) – 90.437 (0,43%)
VICENTINHO (PT) – 89.001 (0,42%)
WALTER IHOSHI (PSD) – 88.070 (0,42%)
RENATA ABREU (PTN) – 86.647 (0,41%)
VALMIR PRASCIDELLI (PT) – 84.419 (0,40%)
JOSÉ MENTOR (PT) – 82.368 (0,39%)
EDUARDO BOLSONARO (PSC) – 82.224 (0,39%)
VINICIUS CARVALHO (PRB) – 80.643 (0,38%)
ROBERTO DE LUCENA (PV) – 67.191 (0,32%)
DR SINVAL MALHEIROS (PV) – 59.362 (0,28%)
CAPITÃO AUGUSTO (PR) - 46.905 (0,22%)
SERGIO REIS (PRB) - 45.330 (0,22%)
MIGUEL LOMBARDI (PR) - 32.080 (0,15%)
BETO MANSUR (PRB) - 31.301 (0,15%)
MARCELO SQUASONI (PRB) - 30.315 (0,14%)
FAUSTO PINATO (PRB) - 22.097 (0,11%)

Sergipe 

ADELSON BARRETO (PTB) - 131.236 - 13.37%
LAÉRCIO OLIVEIRA (SD) - 84.198 - 8.58%
FÁBIO MITIDIERI (PSD) - 83.401 - 8.5%
FÁBIO REIS (PMDB) - 80.895 - 8.24%
VALADARES FILHO (PSB) - 68.199 - 6.95%
PASTOR JONY (PRB) - 53.455  - 5.45%
JOÃO DANIEL (PT) - 52.959  - 5.4%
MENDONÇA PRADO (DEM) - 44.263  - 4.51%

Rio Grande do Norte

WALTER ALVES (PMDB)- 191.064 -12,09%
RAFAEL MOTTA (PROS)- 176.239 – 11,15%
FABIO FARIA (PSD)- 166.427 – 10,53%
DRA ZENAIDE MAIA (PR)- 134.588 – 8,51%
FELIPE MAIA (DEM)- 113.722 – 7,19%
ROGERIO MARINHO (PSDB)- 81.534- 5,16%
JÁCOME (PMN)- 71.555- 4,53%
BETINHO ROSADO SEGUNDO (PP)- 64.445- 4,08%

Piauí

REJANE DIAS (PT)- 134.157- 7,74%
ATILA LIRA (PSB)- 129.276- 7,46%
IRACEMA PORTELLA (PP)- 121.121- 6,99%
MARCELO CASTRO (PMDB)- 111.132-  6,41%
JÚLIO CÉSAR (PSD)- 99.750- 5,75%
ASSIS CARVALHO (PT)- 94.093- 5,43%
RODRIGO (PSB)- 92.349- 5,33%
HERACLITO  (PSB)- 90.898 – 5,24%
PAES LANDIM (PTB)- 82.549- 4,76%
CAPITÃO FABIO ABREU (PTB) – 80.839-  4,66%

Tocantins

DULCE MIRANDA (PMDB) - 75.934 - 10.36%
IRAJÁ ABREU (PSD) - 62.859 - 8.57%
JOSI NUNES (PMDB)- 53.452 - 7.29%
VICENTINHO JUNIOR (PSB) - 51.069 - 6.96%
CESAR HALUM (PRB) - 46.119 - 6.29%
CARLOS GAGUIM (PMDB) - 44.739 - 6.1%
LÁZARO BOTELHO (PP) - 42.935 - 5.86%
PROFESSORA DORINHA (DEM) - 41.802 - 5.7%

Fonte: SGM/ Câmara dos Deputados
gvlima15_jpg
Postado por Gilvan VANDERLEI
Ex-Cabo da FAB – Vítima da Portaria 1.104GM3/64
E-mail gvlima@terra.com.br

O recado das urnas - Deputados Federais Pernambucanos - Eleitos e Reeleitos


.
Confira a lista dos deputados federais eleitos por PERNAMBUCO para compor as 513 vagas da Câmara Federal


* Reeleito  |   ** Já foi deputado   |
.
PERNAMBUCO (25 VAGAS)
ADALBERTO CAVALCANTI
PTB
       99.912
ANDERSON FERREIRA*
PR
     150.565
ANDRE DE PAULA*
PSD
     100.875
BETINHO
PSDB
       97.269
BRUNO ARAÚJO*
PSDB
     131.768
DANIEL COELHO
PSDB
     138.825
DANILO CABRAL*
PSB
     113.588
EDUARDO DA FONTE*
PP
     283.567
FELIPE CARRERAS
PSB
     187.348
FERNANDO FILHO*
PSB
     112.684
GONZAGA PATRIOTA*
PSB
     101.452
JARBAS**
PMDB
     227.470
JOAO FERNANDO COUTINHO
PSB
     120.059
JORGE CÔRTE REAL*
PTB
       86.023
KAIO MANIÇOBA
PHS
       28.585
LUCIANA SANTOS*
PC do B
       85.053
MARINALDO ROSENDO
PSB
       97.380
MENDONÇA FILHO*
DEM
       88.250
PASTOR EURICO*
PSB
     233.762
RICARDO TEOBALDO
PTB
       92.262
SEBASTIAO OLIVEIRA
PR
     115.926
SILVIO COSTA*
PSC
     103.461
TADEU ALENCAR
PSB
     102.669
WOLNEY QUEIROZ*
PDT
       86.739
ZECA CAVALCANTI
PTB
       97.057

Fonte: SGM/ Câmara dos Deputados

gvlima15_jpg
Postado por Gilvan VANDERLEI
Ex-Cabo da FAB – Vítima da Portaria 1.104GM3/64
E-mail gvlima@terra.com.br

O recado das urnas - DEP. CLÁUDIO PUTY (PT/PA) - Suplência


Puty 1310
Cargo em disputa: Deputado Federal
Pará
PT / PA
Suplente
  • Posição 26º
  • Votos 57.105 (1.52%)
Puty
Puty foi candidato à reeleição ao cargo de Deputado Federal do Pará pelo PT.

Natural da capital paraense de Belém, Claudio Alberto Castelo Branco Puty nasceu em 1970, é formado em Economia pela Universidade Federal do Pará, tem mestrado em Economia pela University of Tsukuba no Japão e P.h.D. em Economia pela New School for Social Research nos Estados Unidos, além de ser professor universitário desde 1995 na mesma instituição que foi graduado.
Deu início a sua vida política como militante no movimento estudantil e é filiado do PT desde 1989. Em 2007 foi nomeado Secretário de Governo, no ano seguinte esteve a frente da chefia da Casa Civil e em 2010 foi eleito Deputado Federal.
Cargos Exercidos
  • Foi eleito Deputado Federal do Pará em 2010.
Dados de Puty
Nome: Claudio Alberto Castelo Branco Puty
Idade: 44 anos (02/08/1970)
Naturalidade: PA - Belem
Estado Civil: Divorciado(a)
Ocupação: Deputado
Escolaridade: Superior completo
Candidato a Deputado Federal Puty 1310
Número: 1310
Nome para urna: Puty
Cargo a que concorre: Deputado Federal
Estado: Pará
Partido: Partido dos Trabalhadores
Coligação: TODOS PELO PARÁ II (PMDB / PT)

Puty
gvlima15_jpg
Postado por Gilvan VANDERLEI
Ex-Cabo da FAB – Vítima da Portaria 1.104GM3/64
E-mail gvlima@terra.com.br

O recado das urnas - DEP. CLAUDIO CAJADO (DEM/BA) - Eleito

Claudio Cajado 2522

Cargo em disputa: Deputado Federal
Bahia
DEM / BA
Eleito por QP
  • Posição 29º
  • Votos 89.118 (1.34%)
Claudio Cajado
Claudio Cajado foi candidato a Deputado Federal pela Bahia pelo Democratas e foi eleito. Obteve 89.118 votos (1.34%).

Dados de Claudio Cajado
Nome: Claudio Cajado Sampaio
Idade: 50 anos (01/12/1963)
Naturalidade: BA - Salvador
Estado Civil: Casado(a)
Ocupação: Deputado
Escolaridade: Superior completo
Candidato a Deputado Federal Claudio Cajado 2522
Número: 2522
Nome para urna: Claudio Cajado
Cargo a que concorre: Deputado Federal
Estado: Bahia
Partido: Democratas
Coligação: UNIDOS POR UMA BAHIA MELHOR (DEM / PMDB / PSDB / PTN / SD / PROS / PRB / PSC)

Claudio Cajado
gvlima15_jpg
Postado por Gilvan VANDERLEI
Ex-Cabo da FAB – Vítima da Portaria 1.104GM3/64
E-mail gvlima@terra.com.br

O recado das urnas - DEP. JERÔNIMO GOERGEN (PP/RS) - Reeleito

 

O recado das urnas

          O Brasil sai dividido desta eleição. A mais disputada desde a redemocratização do país. Assistimos a um vale-tudo eleitoral dos mais cruentos da nossa história. Há muitas análises a serem feitas do resultado das urnas. A primeira delas é o fim da hegemonia petista. Somados os 51 milhões de votos da candidatura de oposição, encabeçada por Aécio Neves, aos 37 milhões de brasileiros que se abstiveram, anularam ou votaram em branco, chegamos a incríveis 88 milhões de cidadãos que não endossaram o apoio para um segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, que obteve 54 milhões de votos. O recado mais direto das urnas é que a maioria da população está insatisfeita com os rumos ditados pelos governantes. Se é verdade que Dilma aposta no diálogo com todas as forças da sociedade para governar por mais quatro anos, isso veremos ao longo dos dias na relação com o Congresso, que não lhe será mais subserviente.

          Se há mesmo a disposição para a negociação política, acredito que a primeira sinalização neste sentido será o de abrir mão do Decreto 8243/2014, aquele que submete as decisões do governo federal a conselhos populares. A Constituição estabelece a participação direta da população por meio de três instrumentos: plebiscitos, referendos e emendas de iniciativa popular. Os conselhos, na forma como quer o decreto de Dilma, simplesmente substituem a democracia representativa pela democracia direta. Se estão dispostos mesmos ao diálogo, que deixem a Câmara cumprir o seu papel e votar o Decreto Legislativo que susta os efeitos do 8243. Com a bola ao centro, iniciaremos um novo jogo.

         Estaremos de olho em todas as jogadas ensaiadas, queremos discutir sim uma Reforma Política com este Congresso renovado e não numa Constituinte exclusiva. Constituinte só se justifica quando há quebra institucional. Fora disso cheira a golpe de Estado. Voltaremos mais atentos e fiscalizando com mais rigor os atos do Executivo, envolto em graves denúncias de corrupção, em especial o escândalo da Petrobras. Há muito a ser esclarecido, principalmente o papel da presidente reeleita e do ex-presidente Lula, acusados de terem total conhecimento dos atos de corrupção praticados na estatal.

         Por fim, é preciso reconhecer o brilhante trabalho desenvolvido pelo senador Aécio Neves, que encarnou o espírito da mudança. Sai desta eleição fortalecido e reconhecido como um grande nome da política nacional. À senadora Ana Amélia Lemos, uma saudação especial pelo esforço em nome da boa política. Tive ainda o privilégio de conhecer a nossa candidata Simone Leite, uma grata surpresa desta eleição. Ao candidato José Ivo Sartori, toda a sorte nesses próximos quatro anos, porque competência sabemos que tem de sobra para melhorar o futuro dos gaúchos.

A eleição não encerra a discussão política. É apenas o início de um novo ciclo.
Deputado Federal Jerônimo Goergen (PP-RS)
Jerônimo Goergen 1133
Cargo em disputa: Deputado Federal
Rio Grande do Sul
PP / RS
Eleito por QP
  • Posição17º
  • Votos 115.173 (1.95%)
Jerônimo Goergen
Jerônimo Goergen foi candidato a Deputado Federal pelo Rio Grande do Sul pelo Partido Progressista e foi eleito. Obteve 115.173 votos (1.95%).

Dados de Jerônimo Goergen
Nome: Jerônimo Pizzolotto Goergen
Idade:38 anos (20/01/1976)
Naturalidade: RS - Palmeira das Missões
Estado Civil: Casado(a)
Ocupação: Deputado
Escolaridade: Superior completo
Candidato a Deputado Federal Jerônimo Goergen 1133
Número: 1133
Nome para urna: Jerônimo Goergen
Cargo a que concorre: Deputado Federal
Estado: Rio Grande do Sul
Partido: Partido Progressista
Coligação: UNIDOS PELA ESPERANÇA (PP / PRB / SD / PSDB)

Jerônimo Goergen
gvlima15_jpg
Postado por Gilvan VANDERLEI
Ex-Cabo da FAB – Vítima da Portaria 1.104GM3/64
E-mail gvlima@terra.com.br

O recado das urnas - DEP. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB/SP) - Reeleito

SUPER 8 - Agradecimentos aos eleitorado

São Paulo - O Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá foi reconduzido ao cargo de Deputado no Congresso Nacional para o exercício de seu oitavo mandato. Arnaldo Faria de Sá teve seu nome sufragado nas urnas com um total de 112.940 votos. O Parlamentar mais votado do seu partido em São Paulo.

Arnaldo Faria de Sá acompanhou a apuração em seu Gabinete, ontem mesmo, Domingo, no Jabaquara, onde foi cumprimentos por seus colaboradores e eleitores. Arnaldo Faria de Sá irá a Brasília nessa semana e fará expediente na Sessão da Câmara dos Deputados.

Parabéns Deputado Arnaldo Faria de Sá
Parabéns Estado de São Paulo

Arnaldo Faria de Sá 1452
Cargo em disputa: Deputado Federal
São Paulo
PTB / SP
Eleito por QP
  • Posição42º
  • Votos 112.940 (0.54%)
Arnaldo Faria de Sá
Arnaldo Faria de Sá foi candidato a Deputado Federal por São Paulo pelo Partido Trabalhista Brasileiro e foi eleito. Obteve 112.940 votos (0.54%).

Dados de Arnaldo Faria de Sá
Nome: Arnaldo Faria de Sá
Idade: 68 anos (30/12/1945)
Naturalidade: SP - São Paulo
Estado Civil: Divorciado(a)
Ocupação: Deputado
Escolaridade: Superior completo
Candidato a Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá 1452
Número: 1452
Nome para urna: Arnaldo Faria de Sá
Cargo a que concorre: Deputado Federal
Estado: São Paulo
Partido: Partido Trabalhista Brasileiro
Coligação: PTB

Arnaldo Faria de Sá

gvlima15_jpg
Postado por Gilvan VANDERLEI
Ex-Cabo da FAB – Vítima da Portaria 1.104GM3/64
E-mail gvlima@terra.com.br

O recado das urnas - DEPUTADO CHICO LOPES (PCdoB/CE) - Reeleito

Chico Lopes 6565
Cargo em disputa: Deputado Federal
Ceará
PCdoB / CE
Eleito por média
  • Posição22º
  • Votos 80.578 (1.85%)
Chico Lopes
Chico Lopes foi candidato a Deputado Federal pelo Ceará pelo Partido Comunista do Brasil e foi eleito. Obteve 80.578 votos (1.85%).

Dados de Chico Lopes
Nome: Francisco Lopes da Silva
Idade: 75 anos (13/08/1939)
Naturalidade: PI - Teresina
Estado Civil: Divorciado(a)
Ocupação: Deputado
Escolaridade: Superior completo

Candidato a Deputado Federal Chico Lopes 6565
Número: 6565
Nome para urna: Chico Lopes
Cargo a que concorre: Deputado Federal
Estado: Ceará
Partido: Partido Comunista do Brasil
Coligação: PRB /PP /PDT /PT /PTB /PSL /PHS /PSD /PC DO B /SD /PROS (PRB / PP / PDT / PT / PTB / PSL / PHS / PSD / PC do B / SD / PROS)

Chico Lopes

gvlima15_jpg
Postado por Gilvan VANDERLEI
Ex-Cabo da FAB – Vítima da Portaria 1.104GM3/64
E-mail gvlima@terra.com.br

No DOU nº 208 desta terça-feira (28/10) nenhuma publicação relativa ao GTI REVISOR – Leia outras Notícias do Dia, sobre São Judas Tadeu & Halloween



De: Silva Filho, O J [mailto:ojsilvafilho@gmail.com]
Enviada em: terça-feira, 28 de outubro de 2014 08:15
Para: adnam.1983@ig.com.br; asane@asane.org.br;
Assunto: DOU 28/10/2014 GTI da Revisão & São Judas Tadeu & Halloween


  *    Salve São Judas Tadeu    *    O Santo dos desesperados e aflitos, das causas sem solução ou perdidas  *


No DOU nº 207 de segunda-feira, 27/10/2014 nas Seções 1, 2 e 3 nenhuma publicação relativa do GTI Revisor.

No DOU nº 208 desta terça-feira, 28/10/2014 nas Seções 1, 2 e 3 nenhuma publicação relativa do GTI Revisor.

COMENTÁRIOS DO DIA

*  O Halloween é nesta sexta-feira, e a Bruxa nós já temos.

*  O governo do PSDB deu a anistia, mas o governo do PT quer anular, e vem aporrinhando a classe desde 2003.       

*  GTI da Revisão => Ligue Telefone (61) 2025-9235

*  A luta continua…

Até agora são 1.770 notificações publicadas, envolvendo 1.715 nomes, está faltando notificar 821 (e porque não foram notificados?).

Dos 2.536 nomes que passaram a compor a portaria 134/2011, temos 30 excluídos da revisão por portaria (28) ou despacho (02) e 42 anulações publicadas.

E vamos em frente…

Abcs/SF (75)

OJSilvaFilho48x74
OJSilvaFilho.
Ex-Cabo da FAB vítima da Portaria 1.104GM3/64
Email: ojsilvafilho@gmail.com





***  O Halloween é nesta sexta-feira, e a Bruxa nós já temos.  ***




          
***  QUA NIL  ***

domingo, 26 de outubro de 2014

VOTE CERTO !


 
De: RMontauriol RM [mailto:rmontauriol@gmail.com]
Enviada em: domingo, 26 de outubro de 2014 01:28
Para: VitorinoFCardmone; GVLIMA;
Assunto: VOTE CERTO !


VOTE 45

Pela primeira vez na história da humanidade, uma eleição pode ter um resultado surpreendente e contrariar totalmente as pesquisas por um efeito WhatsApp, de E-mails, etc. de última hora - Explico: ( o que vai abaixo é pura matemática).
" Se Você enviar a mensagem abaixo para míseros 10 (dez) contatos, e se esse processo for repetido APENAS 8 (Oito) vezes, 100.000.000 (Cem Milhões!!!) de Eleitores serão ALCANÇADOS (lembre-se que cem milhões = 10x10x10x10x10x10x10x10 ). E se desses 100 Milhões, 50% votarem no "45", Ele estará eleito finalmente. "
E A GENTE LIVRA O BRASIL DO MAL DO "PT"

PORTANTO MÃOS A OBRA, AINDA TEMOS TEMPO DE SOBRA ACREDITEM! 
10 contatos (ou mais, nessa hora é bom pecar pelo excesso)!

Lembre-se: TAMBÉM VALE PARA O TWITTER e FACEBOOK!

NÃO DEIXE O IBOPE VOTAR POR VOCÊ ! 

VOTE " AÉCIO - 45

Para os indecisos desse segundo turno...

Ponto 1: Vá a um hospital do SUS. Se ficar satisfeito, vote no PT!
Ponto 2: Se você não vê problema no mensalão, petrolão, e o apoio de Maluf, Collor e Sarney ao governo, vote no PT!
Ponto 3: O PT gasta 15 vezes mais com juros do que com o Bolsa Família. Se você acha isso correto, vote no PT!
Ponto 4: O crescimento do Brasil está perto de ZERO! Se acha isso bom, vote no PT!
Ponto 5: O preço da gasolina ronda os 3,5 reais o litro. Se você acha que está barato abastecer o carro, vote no PT!
Ponto 6: O PT está há 12 anos no poder e continua prometendo somente AGORA resolver o problema da segurança. Se você se sente seguro, podendo sair de casa à noite sem medo de ser assaltado, vote no PT!
Ponto 7: O governo investiu em Cuba, Venezuela, Bolívia e perdoou dívidas de ditadores africanos. Se você acha que este dinheiro brasileiro está sendo bem aplicado, vote no PT!
Ponto 8: A Educação brasileira ocupa os piores lugares nas avaliações internacionais. Se você acha que a escola pública é boa, vote no PT!
Ponto 9: A inflação está em alta. Se você acha que o seu salário está comprando mais mercadorias hoje que há 4 anos, vote no PT!
Ponto 10: Você trabalha 4 meses por ano para sustentar o governo e não recebe bons serviços. Se está feliz, com isso, vote no PT!

Agora, se depois disso tudo você está indeciso e concorda com o que está abaixo...

1- Porto no Uruguai: US$ 2,6 bilhões;
2- Perdão de dívidas de 12 países africanos: US$ 950 milhões;
3- Rombo na Petrobras e na Eletrobras: US$ 100 bilhões;
4- 39 Ministérios para cabide de emprego dos petistas: US$ 88 bilhões;
5- Metrô na Venezuela: US$ 1,5 bilhão;
6- Refinaria de petróleo na Venezuela: US$ 2,5 bilhões;
7- Copa do Mundo: mais de R$ 30 bilhões;
8- Porto de Mariel em Cuba: US$ 2,5 bilhões;
9- Hidrelétrica na Nicarágua: US$ 2,3 bilhões;
10- Prejuízos com atrasos de obras do PAC: R$ 38 bilhões (só em 8 projetos);
11- Prejuízo com o negócio malfeito de Pasadena: US$ 1,28 bilhão;
12- Rodovias para escoar a produção de coca na Bolívia: US$ 333 milhões;
13- Doação em 2012, aos países africanos, Etiópia, Malawi, Moçambique, Níger e Senegal, para a compra de alimentos produzidos na própria região, informou a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO): US$ 2,895 bilhões;
14- Doação para compra de alimentos a países africanos, em 2012: US$ 4,670 milhões;
15- Investimento a fundo perdido, de 2005 a 2009: à primeira fábrica de medicamentos contra Aids da África, em Moçambique; fazendas experimentais de arroz no Senegal e de algodão em Mali; projetos agropecuários, de combate ao trabalho infantil e de capacitação de docentes para o ensino de português no Timor-leste, e a implantação de bancos de leite humano de 22 países da África: R$ 5,9 bilhões . . .

...então vote no PT

E depois não reclame... 

Como diz o ditado: "O povo tem o governo que merece...

Let's Go!

E vamos em frente…
Abcs/SF (75)
OJSilvaFilho48x74
OJSilvaFilho.
Ex-Cabo da FAB vítima da Portaria 1.104GM3/64
Email: ojsilvafilho@gmail.com
gvlima15_jpg
Postado por Gilvan VANDERLEI
Ex-Cabo da FAB – Vítima da Portaria 1.104GM3/64
E-mail gvlima@terra.com.br